Acusados de estuprar as próprias filhas são presos em Craíbas

Policiais civis também detiveram neto que ameaçava avó de morte.

214

Policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia (4ªDRP) e do 62º Distrito Policial (62ºDP) tiraram de circulação na quarta-feira (14), três acusados de crimes cometidos no Agreste de Alagoas.

Francisco de Assis de Lima, de 40 anos, conhecido como “Chico”, e Adevânio Geremias da Silva, 35 anos, o “Baiano”, foram detidos no município de Craíbas, em cumprimento a mandados de prisão por processos criminais na 1ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Arapiraca. Eles são acusados dos delitos de estupro de vulnerável majorado, tendo como vítimas suas próprias filhas menores de 14 anos de idade.

Delegado Gustavo Xavier, que comandou as ações (Foto:Ascom-PC)

Segundo o delegado Gustavo Xavier, que comandou as ações, os mandados de prisão preventiva que foram cumpridos, foram expedidos na mesma data das prisões, pelo Juiz Alberto de Almeida.

Dando continuidade as atividades desenvolvidas, os agentes também detiveram em flagrante delito, na quarta-feira dia 14, Wanderson da Silva Lopes, 20 anos, pela prática dos crimes de injúria qualificada e ameaça, com incidência da Lei Maria da Penha, tendo como vítima sua avó materna, uma idosa com 73 anos de idade, a qual noticiou o fato na Delegacia de Craíbas.

“Realizamos esta ação, após a vítima afirmar que vinha sofrendo ameaças de morte, ofensas e maus tratos por parte do neto, de forma continuada nos últimos dias”, concluiu o delegado.

COMPARTILHAR