Investigação em Alagoas leva PC de Goiás a desarticular rota interestadual de drogas

212
Drogas apreendidas. (Foto: PC/GO)

O delegado Rodrigo Sarmento informou que após a prisão de traficantes de drogas na cidade do Novo Lino, em novembro de 2016, a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico da Polícia Civil de Alagoas (DRN) identificou vários contatos de fornecedores de drogas do país, em um dos aparelhos de  celular apreendido com os criminosos.

A partir disso, um relatório foi preparado pela DRN de Alagoas e encaminhado às delegacias especializadas no combate ao narcotráfico de vários estados informando a atuação de uma organização criminosa.

As informações prestadas pela DRN alagoana levou, na data de hoje, na apreensão de 700kg de maconha e na prisão de sete criminosos pela Polícia Civil do Estado de Goiás.

Essa ação foi importante também para Alagoas, já que foi desarticulada uma importante rota de remessa de drogas que abastece o mercado de AL e SE. Droga originária do Paraguai e que entrava no Brasil pelo Mato Grosso do Sul e que era transportada aos estados do nordeste por uma organização criminosa sediada em Goiás”, concluiu o delegado.

Veja a seguir, na íntegra, matéria da Polícia Civil do Estado de Goiás:

Denarc apreende 700 kg de maconha e prende 7 membros de organização interestadual de tráfico de drogas

Publicado em 14/07/2017

A Delegacia Estadual de Repressão a narcóticos (Denarc) desarticulou, na noite de terça-feira (13), uma organização criminosa dedicada ao tráfico interestadual de drogas. As esquipes apreenderam um automóvel carregado com 700 kg de maconha no Jardim Europa, região sudoeste da capital. Em um hotel no setor Rodoviário, sete investigados foram presos, todos vinculados à droga encontrada. O grupo saiu de Dourados, no Mato Grosso do Sul, e se dirigiu diretamente para Goiânia.

As investigações, iniciadas há quatro meses a partir de informações prestadas pela Denarc de Alagoas, revelaram que um grupo criminoso sediado em Dourados distribuía a uma organização goiana grande quantidade de maconha. Os entorpecentes eram disseminados em Goiânia e região metropolitana. As drogas também eram remetidas a estados do Nordeste, em especial Sergipe e Alagoas. Foi a partir da prisão de um traficante alagoano que a Denarc alagoana teve acesso às informações inerentes ao grupo e, tendo em vista a identificação de contatos goianos, repassou-as a sua congênere goiana.

Iniciadas as ações, as equipes da Denarc-GO identificaram os fornecedores de drogas sul-matogrossenses, que, além de venderem a droga, transportavam-na até os traficantes goianos. Assim que ingressaram em Goiânia, os traficantes deixaram o automóvel abarrotado de maconha em uma residência no Jardim Europa e foram para um hotel no setor Rodoviário com o intuito de regressarem para o Mato Grosso do Sul após descansarem. Nesse instante, as equipes da DENARC apreenderam a droga e prenderam os criminosos.

Prisões
Foram presos Joelson Lima Santos, 46 anos, apontado como líder da organização; Marcelo da Silva Nascimento, 32 anos; Jaisson Oliveira Souza, 20 anos; Anderson Nunes Vestena, 32 anos; Abel Reginaldo da Silva Martins, 39 anos; Gustavo da Silva Pereira, 20 anos, e Paulo Ratier Pereira, 41 anos. Todos sul-matogrossenses e especialistas no transporte de drogas, principalmente no disfarce e escolta quando do trânsito em rodovias. Jaisson dirigia o carro carregado de entorpecentes. Joelson, Abel e Paulo estavam em uma caminhonete. Marcelo e Gustavo ocupavam outro veículo. Eles tinham a função de escoltar o carregamento.

http://www.policiacivil.go.gov.br/noticias/denarc-apreende-700-kg-de-drogas-e-prende-7-membros-de-organizacao-interestadual-de-trafico-de-drogas.html

COMPARTILHAR