Ações inovadoras: “Quem ganha com nova metodologia é a sociedade”

Delegado-geral diz que projeto é eficaz mecanismo de controle da produção da Polícia Civil

127
Delegado-geral Paulo Cerqueira, policial Sálvio Marinho e delegado Aydes Ponciano (Foto: Emerson Lima)

O projeto “Metodologia Analítica Para Acompanhamento de Gestão”, desenvolvido pela Polícia Civil e que está entre os vencedores da 8ª edição do concurso Ações Inovadoras, realizado pelo Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), representa um eficaz mecanismo de controle e sua execução beneficia diretamente a sociedade.

A afirmação é do delegado-geral Paulo Cerqueira, que recebeu em seu gabinete, o delegado Aydes Ponciano, gerente de Estatística e Informação – Geinfo, e o policial civil Sálvio Marinho, que acompanham o desenvolvimento da nova metodologia, implantada em agosto do ano passado. Eles entregaram ao delegado-geral o troféu recebido pela conquista da terceira colocação na categoria Modernização da Gestão.

Além da população em geral, segundo Paulo Cerqueira, sai ganhando também com esse projeto o público interno da instituição. “Sinto-me orgulhoso com essa conquista, pois a premiação mostra que fazemos nosso trabalho com eficiência e ainda somos um laboratório de desenvolvimento para boa gestão”.

O delegado-geral explicou que o projeto mede a produção de procedimentos cartorários – TCOs (Termos Circunstanciados de Ocorrência) e BOs (Boletins de Ocorrência), cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão, conclusão de flagrantes e de inquéritos com autoria e sem autoria – de todas as delegacias alagoanas e, a partir disso, os gestores podem definir estratégias de prevenção e combate à criminalidade.

A metodologia inovadora também incentiva a investigação e a resolução dos crimes, inclusive apontando-se os autores a Justiça.

Para o delegado Aydes Ponciano, a premiação recebida representa um marco da Polícia Civil alagoana, que concorreu ao prêmio pela primeira vez, com apenas um projeto e saiu vencedora. “Este fato serve como incentivo para novas ações inovadoras e a participação em novos concursos”.

O gerente da Geinfo disse que, desde que foi implantada, a nova metodologia melhorou a qualidade e a quantidade de investigações, um avanço para os serviços oferecidos pela instituição policial à sociedade. “O projeto define metas compatíveis com a realidade de cada delegacia, que são avaliadas periodicamente (semanalmente) pelos gestores da PC”, salientou.

O delegado explicou ainda o estabelecimento de metas se dá de acordo com estudo histórico de ocorrências policiais registradas nas delegacias. A análise dos dados gera um relatório que serve para a avaliação da produtividade das unidades policiais.

COMPARTILHAR