Polícia civil prende duas pessoas acusadas de furtos de cabos de internet

155
Polícia civil prende duas pessoas acusadas de furtos de cabos de internet ( Fotos: Luciano Costa )

Policiais civis do Grupo de Investigação da Delegacia Geral da Polícia Civil (GIDG), prenderam na manhã desta quarta-feira (16), Marcos Pereira de Lucena, 34 anos e Rubealdja da Silva Gomes, 29. Os dois são acusados de furto de fios de internet.

Marcos Pereira será indiciado pelo crime de furto. Ele foi preso na Santa Amélia, com 90 kg de cobre. O material furtado foi encontrado dentro de um automóvel com a logomarca da Rede Conecta Operações, uma empresa terceirizada a serviço da Oi, da qual ele é funcionário.

Segundo as investigações, e as informações passadas pelo GIDG, o suspeito foi flagrado na última semana quando furtava cabos na altura de uma distribuidora no bairro Antares, em Maceió. Graças às imagens do circuito de segurança e às investigações, os policiais conseguiram ligar o suspeito a outros quatro furtos.

Preso, o funcionário de uma empresa terceirizada, que presta serviços a Oi, confirmou que furtou mais de 400 kg de fios de cobre, chegando a faturar em torno de R$ 6 mil. Cada quilo de cobre era vendido por R$ 16,00. O acusado atuava na área da Via Expressa e nos bairros do Farol, Benedito Bentes e Pinheiro.

Rubealdja Gomes será indiciada por receptação. Ela era proprietária do Ferro Velho que comprava todo o material roubado. O estabelecimento fica localizado no conjunto Village Campestre.

COMPARTILHAR