Matéria

PC e IC apresentam detalhes de exame de DNA que comprova estupro após roubo em loja

por: ASCOM-PC| Data e hora da publicação: 30/06/2020 - 15:18| Visualizações: 64 Whatsapp
imagem da materia

O delegado Thiago Prado, titular da Delegacia Especializada de Roubos da Capital (DERC), da Polícia Civil (PC), e a perita Carmélia Miranda, do Instituto de Criminalística (IC), da Perícia Oficial, informaram à imprensa, na manhã desta terça-feira (30), o resultado do exame de DNA realizado nas roupas da funcionária de uma empresa de tecnologia que foi vítima de estupro por parte do criminoso.

Um homem, no dia 8 de junho, entrou na loja e após roubar o estabelecimento abusou sexualmente da vítima.

O exame comprovou que o sêmen e o sangue encontrados no casaco da vítima pertencem ao suspeito que fora preso no dia 09 deste mês, acusado de praticar crime de estupro e roubo no bairro Farol.

“A prova elaborada pelo IC contribuiu muito com a conclusão do inquérito policial e irá robustecer ainda mais a tese da condenação deste infrator, em âmbito judicial”, disse o delegado.

Thiago Prado revelou ainda que o casaco da vítima foi apreendido na cena do crime, e de acordo com a mesma, a vestimenta estaria suja de esperma do autor do delito. Em seguida, o material foi encaminhado ao IC, para a realização de exame de confronto do DNA do material com o perfil genético do suspeito.

A perita Carmélia Miranda declarou que foram encontrados sêmen humano e sangue 100% compatíveis com o suspeito.

O delegado disse que o suspeito segue detido no sistema prisional e pode ser punido com uma pena de até 20 anos de prisão.

© 2020 Polícia Civil de Alagoas

Menu

Social Media