Matéria

Polícia Civil prende suspeito de matar entregador na Feirinha do Tabuleiro

por: ASCOM-PC| Data e hora da publicação: 14/06/2022 - 08:15| Visualizações: 183 Whatsapp
imagem da materia

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, prendeu nessa segunda-feira (13), um homem, de 21 anos, suspeito do latrocínio contra o entregador Lucas de Lima Santos, de 27 anos, ocorrido no dia 1º de abril deste ano, na Avenida Maceió, por trás da Feirinha do Tabuleiro do Martins, em Maceió.

O suspeito foi preso na Rua Amélia Pontes, no município de Satuba/AL, durante uma operação deflagrada pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que contou com o apoio do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre). Ele resistiu à abordagem e chegou entrar numa luta corporal com um policial, que ficou ferido.

A equipe comandada pelo delegado Fábio Costa conseguiu contê-lo, apreendendo em poder dele um revólver calibre 38, com a numeração raspada, que, provavelmente foi a arma utilizada no dia do crime. A investigação continua.

As investigações apontam que o suspeito combinou de praticar assaltos a pessoas que vendiam pelo um site de venda. A vítima tinha publicado um anúncio na plataforma para venda de um celular. De forma premeditada, junto com a companheira, o suspeito marcou com a esposa de Lucas na Feirinha do Tabuleiro, onde tudo aconteceu.

De acordo com informações do delegado Fábio Costa, imagens de câmeras de segurança que auxiliaram nas investigações mostraram toda a movimentação. No local acertado, a vítima e a mulher foram abordados pelo irmão do acusado. (um adolescente de 17 anos) e pela companheira do autor, que, convidou Lucas para um beco, sob a justificativa de que iria testar o aparelho. Na verdade, Lucas foi levado para uma emboscada.

Daí em diante, a gravação mostra que um homem, vestido com calça jeans, camisa azul e que usava um chapéu preto, vai ao encontro dos três. De acordo com a polícia o indivíduo que foi preso nessa segunda-feira é o suspeito do crime.

O adolescente abordou Lucas e pediu o celular dele. A vítima teria negado e resistido entregar o aparelho, mesmo sob a ameaça de que iria ser morto. Como não atendeu, foi baleado pelo acusado na nuca quando tentava correr. Os três saíram do local, em seguida, tomando destino ignorado.

A mulher de Lucas, conforme as imagens, ficou tão desnorteada que tentou tirar a chave da motocicleta, mas saiu correndo pela rua, deixando o veículo e capacete para trás. Ela resolveu acompanhá-lo numa motocicleta para que, após a negociação, os dois fossem comprar leite e fraldas para uma das filhas, em um supermercado.

© 2020 Polícia Civil de Alagoas

Menu